Aplicativos para Rádios

Qual é a importância da liberdade para os funcionários da rádio?

qual-e-a-importancia-da-liberdade-para-os-funcionarios-da-radio.jpeg
Escrito por Mobradio

Diante da concorrência cada vez mais acirrada entre os meios de comunicação, a inovação é fundamental na conquista de novos clientes e seguidores. Dentro do universo de uma rádio, onde há abertura para criações em diversos departamentos, é extremamente necessária a valorização dos funcionários que têm espírito criativo. Os gerentes devem ter em mente a importância da liberdade no ambiente e nas relações de trabalho, e seus efeitos, que podem ir desde aumentar a audiência, até agregar novos anunciantes e parceiros em projetos inovadores.  

Saber agir com flexibilidade é um aspecto fundamental neste momento, principalmente porque amplia a capacidade dos colaboradores através da satisfação profissional. Entretanto, é preciso seguir algumas dicas para não deixar a credibilidade cair. Para ajudá-lo a melhorar o relacionamento dentro da sua rádio, vamos mostrar, neste post, quatro orientações que poderão ser úteis para motivar o espírito da liberdade criativa em sua rádio!

1. Liberdade de criação e autonomia 

Profissionais de comunicação que se sentem mais a vontade em seus projetos, sem sofrer constantes pressões, produzem melhor e com mais qualidade. Permita que tenham liberdade de escolher o processo de execução das tarefas as quais são designados. 

Vale a pena ouvir as sugestões dos seus colaboradores e estar sempre aberto para levar em frente projetos, especiais de jornalismo ou campanhas publicitárias criadas por eles. Muitas ideias surgem entre locutores, apresentadores, designers, jornalistas e vendedores. Se houver autonomia entre eles e o gestor, haverá mais chance de colocar em prática algo que pode render bons frutos para a empresa.  

2. A importância da liberdade de expressão

Quanto menor for a influência dos diferentes departamentos sobre as criações internas, melhor será para a credibilidade da rádio junto ao público, que tende a perceber os discursos construídos com objetivos comerciais. Querer impor uma linha editorial ou a defesa de certos setores de interesse dentro da sociedade só faz minar a audiência. 

Além disso, comunicadores valorizam a liberdade de expressão e não se sentem à vontade quando são influenciados por decisões comerciais. Um bom gestor incentiva a liberdade de expressão e investe em produtos que valorizem a cidadania, assim como a luta pelos direitos dos consumidores, sem falar em prestações de serviço focadas em utilidade pública. 

3. Cultura de inovação   

Uma das principais dificuldades das empresas brasileiras é incentivar a cultura da inovação. Quanto mais interações houver entre os colaboradores talentosos da sua rádio, maiores serão as chances de bons projetos. 

Portfólios com pequenas e boas ideias têm se mostrado muito eficazes. E eles começam por meio de planejamentos consistentes, sempre dentro das possibilidades da empresa. Investir em novos produtos, dando abertura aos funcionários para que se sintam parte de todo o processo é um estímulo que rende bons negócios.

E um quesito é imprescindível: o investimento na interação com os ouvintes por meio dos meios digitais.

Isso contribui com a criação de uma programação sintonizada nos desejos de quem ouve a sua rádio, além de ampliar a credibilidade. 

Aliás, esta interação deve ir além, atingindo também os anunciantes, tendo em vista que a rádio continua sendo o maior veículo de informação.

Para isso, crie uma equipe voltada ao gerenciamento dos ativos digitais, iniciativa que certamente contribuirá para aumentar não só a audiência como também o faturamento, fortalecendo o nome da sua rádio e a confiança em relação aos anunciantes e ouvintes. 

 4. Tecnologia de ponta  

Atualizar os equipamentos da sua rádio pode contribuir muito com a liberdade de criação e também de expressão. O investimento traz mais agilidade em todos os processos, faz com que a informação chegue mais rápido aos ouvintes e abre espaço para diferenciações na produção em relação às concorrentes. 

Os ouvintes querem ser impactados, inspirados e sensibilizados, e é preciso bons meios tecnológicos para que a paixão dos colaboradores seja notada do outro lado do aparelho de quem sintoniza a sua rádio. Afinal, se os colaboradores estiverem insatisfeitos, imagine o efeito disso em seus ouvintes!

E aí, gostou das nossas dicas? Quer tal curtir a nossa página no Facebook e mostrar para todos os seus funcionários que a sua rádio sabe da importância da liberdade?  

Sobre o autor

Mobradio

Deixar comentário.

Share This
Navegação